terça-feira, 6 de setembro de 2011

Dia do sexo - Nada melhor do que comemorar

... na prática é claro. 

Fiquei um tempinho longe do blog né? Estava resolvendo umas coisinhas aqui e outras lai, mas voltei. E voltei hoje pra falar desse dia tão sugestivo que é o 6/9. Uma ótima sacada da Olla Preservativos que lidera um movimento nacional pelo Dia do Sexo.


E peguei 10 motivos do IG feita pelo Casal Sem Vergonha para não deixar de comemorar este dia tão gostoso.


1. Melhora a beleza da pele 
Aquele velho ditado não está errado: “sexo faz bem para a pele”. Uma descarga hormonal muito intensa é liberada durante o ato sexual. E é o estrogênio, presente na mulher em maior nível no momento da excitação, o grande responsável por essa melhora na aparência. “Ele faz bem para a textura da pele e para o cabelo, que fica mais brilhante”, explica a sexóloga Carla Cecarello.

2. Diminui o risco de infarto
Faça com empenho. A atividade física realizada durante o sexo auxilia na circulação sanguínea e, consequentemente, favorece o coração. Um estudo publicado pelo “Journal of Epidemiology and Community Health” comprova que manter relações sexuais de uma a duas vezes na semana diminui pela metade o risco de infarto

3. Queima calorias 
O livro “Como Emagrecer Fazendo Sexo” (Ediouro, 160 páginas) faz relações divertidas entre comida e queima calórica. Confira algumas comparações: uma hora de preliminares intensas queima uma fatia grande de bolo de chocolate; 53 minutos de beijo de língua derretem um cheeseburger com 14 fritas; 15 minutos de sexo oral queimam 11 uvas; 14 minutos de carícias eliminam uma colher de sopa de musse de chocolate; e um sonho erótico com ejaculação involuntária queima 16 calorias. 

4. Melhora a autoestima
Segundo uma pesquisa realizada pela Universidade do Texas, praticar sexo uma vez por semana aumenta a autoestima. A troca existente durante a transa faz homens e mulheres se sentirem mais seguros e desejados – e assim autoconfiantes. Jaqueline Barbosa, 22 anos, autora do blog “Casal Sem Vergonha” e namorada de Emerson Viegas, confirma o sentimento: “O sexo, definitivamente, faz com que eu me sinta mais bonita, sexy e também desejada. E não há nada melhor do que você se sentir assim”, conta




5. Fortalece a musculatura 
A relação sexual frequente pode ser considerada uma atividade física: melhora a elasticidade corporal e fortalece a musculatura – inclusive da região pélvica, a mais difícil de ser exercitada. O enfraquecimento da musculatura dessa área pode contribuir para a ocorrência de incontinência urinária e/ou “queda de bexiga” nas mulheres. “Mas durante o orgasmo feminino, o órgão pode contrair entre duas e cinco vezes, e isso ajuda na prevenção”, conta Cecarello.
6. Aprimora o desempenho 
As pessoas falam muito de sexo, mas praticam pouco. Seja por preguiça ou por conta da rotina carregada, o sexo acaba ficando de lado no dia a dia. Contudo, só a prática aprimora o desempenho na cama. E isso não tem a ver com dar espetáculo e subir no lustre, mas sim com conhecer melhor o próprio corpo em busca de relações mais intensas e prazerosas. Dar mais prazer ao parceiro e buscar formas para isso também são decisões que precisam ser praticadas.

7. Aumenta a imunidade 
Cientistas da Wilkes University, nos Estados Unidos, apontam que fazer sexo uma ou duas vezes por semana melhora o sistema imunológico. A prática constante eleva os níveis de anticorpos encontrados na saliva e previne doenças como, por exemplo, a gripe e a febre comum. 

8. Alivia o estresse
Os hormônios responsáveis pelo estresse são reduzidos durante a prática sexual, aponta um estudo publicado na revista Biological Psychology. Emerson Viegas – o lado masculino do “Casal Sem Vergonha” – fala sobre a estabilidade emocional que o sexo proporciona: “Acabo acumulando muito estresse por causa do trabalho e o sexo funciona como um aliviador. Tem gente que bebe, tem gente que fuma, eu faço sexo”, brinca.
9. Aproxima o casal
Quem vive um relacionamento fixo sabe que às vezes a coisa esfria. Porém, um estudo surpreendente divulgado pelo livro “Felizes Para Sempre - A Ciência Para Um Casamento Perfeito!” (Universo dos Livros, 368 páginas) diz que até mesmo o sexo sem muita vontade faz bem para o casamento. A explicação é que essa relação desencadearia no cérebro a liberação de hormônios vasopressina e ocitocina, que fortalecem os vínculos entre as pessoas. Obviamente a ideia não é fazer sexo forçado, mas fazê-lo mesmo com preguiça.
10. Dar aquela cochilada gostosa... 
Tem cochilada melhor do que aquela posterior ao sexo? Depois do orgasmo, homens e mulheres produzem altos níveis de prolactina. O hormônio, conhecido por ativar a produção de leite, funciona como um “freio sexual” e provoca aquela típica preguiça do depois.

Viu?? Agora é só preparar o fôlego e aproveitar.


Mas ó... não esquece.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...