terça-feira, 26 de abril de 2011

Desmotivação no trabalho


O assunto mais polêmico nas empresas é o tal do desânimo, da desmotivação. Funcionário diz que está insatisfeito com a empresa, a empresa diz que está insatisfeita com o funcionário, mas ninguém procura saber onde está o principal problema, onde está o erro que afeta tanto os dois lados.

Existem inumeras questões que podem dar razão aos por ques dessa briga. Já foi comprovado que um ambiente profissional insalubre provoca perdas em produtividade e, consequentemente, em faturamento para a organização.


"Ao contrário do que possa parecer, não há necessidades de grandes alterações para tornar o emprego um local agradável, "nem sempre são promovidas grandes mudanças que envolvam, por exemplo, a troca de todo o mobiliário. Às vezes, uma simples correção na postura dos funcionários já traz resultados bastante positivos", garante a ergonomista Claudia Rossi, do Cliv Solution Group, uma joint venture especializada em soluções corporativas.

Se uma empresa investe em programas de qualidade de vida, as perdas de produtividade e absenteísmo médico são drasticamente reduzidas, gerando lucro e retorno de investimento."



Não é preciso muita coisa para melhorar o clima no ambiente de trabalho. Simpatia, bons modos e coerência já é um grande passo, de ambos os lados.
Precisa de mais confiança. O empregado precisa confiar na palavra do seu superior, e os de cargo mais alto precisam ter confiança no trabalho e na capacidade dos empregados.
Umas dos motivos que mais vejo causando grande desmotivação são os seguintes:

1) Expectativas mal definidas - Se exigir rapidez numa determinada tarefa, não se pode, em simultâneo, exigir qualidade

2) Regras desnecessárias - É ridículo proíbir atividades que não prejudicam o desempenho do trabalhador

3) Processos de trabalho mal orientados - Quando uma pessoa tem tarefas repetitivas, certamente que a desmotivação surge

4) Reuniões improdutivas - Perde-se tempo se os colaboradores são obrigados a estar presentes em reuniões sem resultados ou se o assunto das mesmas não lhes diz respeito

5) Falta de estratégia - Quando se anda "ao sabor do vento", sem nenhuma orientação por parte de um superior, os resultados não são os melhores

6) Mudanças contínuas - Se o seu chefe passa a vida a alterar o plano de estratégia, poderá estar a contribuir para a sua impaciência e consequentemente a real desmotivação

7) Concorrência interna - Certas empresas gostam de "picar" os seus colaboradores, ou seja, criar um clima de concorrência. Este tipo de atitude tende a acabar com o espírito de equipa

8) Desonestidade - Este é um fator bastante forte para originar a desmotivação, assim como a hipocrisia

9) Retenção de informação - Quando são omitidas determinadas informações, os colaboradores sentem que lhes estão a esconder alguns fatos e entendem essa atitude como falta de confiança

10) Respostas desencorajadoras - Se são dadas negas sucessivas ou respostas desencorajadoras a um trabalhador, este poderá sentir-se inútil e deixar de ter iniciativas

11) Sub-aproveitamento - Os colaboradores podem perder a motivação se têm poucas tarefas para desempenhar ou se estas forem menos importantes que um outro colaborador, que está ao seu nível

12) Desempenhos medíocres - Quando consideram que trabalhos de outros, com fraca qualidade, são valorizados, os colaboradores não se esforçam para obter um bom desempenho

13) Comodismo - Se está acomodado a um cargo, poderá deixar de fazer esforços

14) Controle excessivo - A desmotivação surge quando um colaborador é tratado como uma criança e quando todos os seus atos são controlados. Além do mais, o controlo excessivo contribui para a perda do sentido de responsabilidade

15) Injustiça - A produtividade diminui drasticamente quando um colaborador considera ter sido injustiçado

Atenção aos itens 2, 3, 4, 6, 11, 12, 14. Pra mim, o que mais pesa para a desmotivação são as mudanças contínuas e os desempenhos medíocres.
Se você trabalha numa empresa onde todos estes itens estão em prática, é sinal de que algo de muito errado está acontecendo. Tem que conversar e ver qual o melhor a se fazer.

E agora, de quem é a culpa??


Fonte: Administradores, Gforum

3 comentários:

Anônimo disse...

Concordo com as palavras proferidas, obviamente que a pessoa que acorda cedo para ir trabalhar e acaba se deparando com tais coisas no ambiente de trabalho vai uma hora ou outra ficar totalmente desmotivado! Quem sai para trabalhar "Sai com vontade mesmo de trabalhar" mesmo que não esteja desempenhando a função desejada as pessoas se esforçam, mas se o ambiente não contribui para isso...ai meu amigo...fica impossivel mesmo se esforçar de verdade.

Jefhcardoso disse...

Disseminadora, direi ao personagem de meu conto, Armelau, para que ele venha ver esta postagem. Está perfeita. [sorrio]
Parabéns pela abordagem deste assunto que é de utilidade pública! Obrigado por sua atenção e carinho prestados ao meu blog. Já estou esperando os seus comentários conforme disse. Ok? Abraço!

CHIC KITA BAKANA disse...

Adorei o post e infelizmente tenho que dizer que eu vivo tudo isto em meu trabalho. Estou com vontade de imprimir e colocar no quadro avisos/mensagens, ou enviar para cada setor... Hoje, este tipo de "desmotivação", pode ser considerada como Assédio Moral! É muito sério, pois a gente, às vezes até adoece por viver desta forma tão desagradável.

Beijos,

Rita Barroso

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...