quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Café, o combustível dos adultos

Quando estamos com muito sono a primeira coisa que pensamos é: "Preciso tomar um café".
Eu nunca tive o costume de tomar café, nem de manhã nem em horario nenhum. E se por acaso eu tomasse uma xícara de café a noite, a minha insônia era garantida.
Hoje não sei trabalhar sem tomar café. Como muitos dizem, é meu combustível diário. Mas como tudo na vida precisa ser dosado para não causar efeitos contrários, o café também entra nessa lista. Nada de tomar café compulsivamente, achando que isso vai te deixar ligadaço.

A cafeína é na verdade, uma droga que causa dependência como qualquer outra. Embora seja mais leve, age usando os mesmos mecanismos das anfetaminas, cocaína e heroína para estimular o cérebro manipulando-o assim como as drogas citadas e por isso pode facilmente viciar.

Em cada tipo de organismo o café age de um jeito diferente. Segundo alguns estudiosos, o café funciona como estimulante natural, no sistema nervoso central, favorecendo faculdades intelectuais, como a atenção, concentração e memória. Embora ainda sejam necessárias mais pesquisas, há especialistas que revelam também a importância do café na prevenção do cancro do cólon, doenças degenerativas, como Parkinson e Alzheimer, assim como de problemas respiratórios, circulatórios e enxaquecas.

Se uma pessoa é ansiosa, o consumo excessivo de café pode ressaltar as sensações e até confundir os efeitos da cafeína com ansiedade.
"O excesso de cafeína pode causar problemas bem dramáticos e até um surto. Se tomar até umas quatro xícaras, pode ajudar a pessoa a ficar mais alerta. No caso da depressão, o consumo moderado deixaria a pessoa mais ativa, mais antenada" segundo a psicóloga Ana Maria Rossi.

Então cuidado com os excessos. Nada de ficar louco e hiperativo querendo fazer tudo ao mesmo tempo. Café é bom mas vamos dosar bem.


Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...